"Excesso de mídia não pode esconder a verdade", diz Beto Rosado sobre pavimentação em Mossoró

Compartilhar

Chuvas intensas neste fim de semana e seus tradicionais transtornos fazem o Blog relembrar da "nova-velha política"da atual gestão que atrasa pavimentação na cidade.

Deputado Federal Beto Rosado. Foto câmera.leg.br


Em 20 de abril deste ano, o Blog denunciou o descaso da Prefeitura de Mossoró na reportagem "Moradores pagam do próprio bolso para 'consertar' rua já licitada pela prefeitura, mas que não tem um paralelepípedo retirado do papel" (leia aqui), quando fizemos um apanhado das emendas do deputado Federal Beto Rosado (PP) para pavimentação em Mossoró. 

Na ocasião, mostramos que a politicagem praticada pela atual gestão contrasta com o discurso do prefeito de promover uma nova política. As chuvas intensas neste fim de semana e seus tradicionais transtornos fazem o Blog relembrar da "nova-velha política" da atual gestão que atrasa pavimentação na cidade, pois, recursos do deputado são colocados no rabo da gata da ordem de execução das obras, por ser Beto Rosado um adversário político do prefeito. A população é penalizada por tal postura. Para o povo dessa cidade, não interessa quem dotou Mossoró de emendas, importa que elas sejam aplicadas. 

Neste fim de semana, os moradores da rua Manoel Batista Neto, no Planalto 13 de Maio, uma das ruas contempladas pelas emendas de Beto Rosado, ficaram ilhados mais uma vez com as chuvas. Se sair atola, cai na lama ou perde peças dos automóveis. 

Na época da primeira reportagem, a Prefeitura nos respondeu, dizendo que o calendário de pavimentação estava em dia (veja aqui). Porém, a questão que voltamos a levantar é por que ruas como a Manoel Batista Neto foram colocadas no rabo da gata da ordem de execução do tal cronograma que prevê a pavimentação para até o final do segundo semestre? Datas específicas e critérios para ordem das obras nunca foram explicados. Sabemos que os recursos existem, que as licitações já ocorreram no ano passado e continuamos com os pés na lama. 

Além disso, alertamos para a publicidade feita pela gestão sobre as comunidades que tiveram sorte de serem atendidas. Sim, porque parece que o critério deve ser a sorte. Onde a pavimentação chega, a propaganda induz a crença de que o prefeito é o salvador da buraqueira, mas o deputado Beto Rosado bem lembra que a prefeitura não executa sozinha.

"Um gestor tem que primar pela verdade, ética e moral. Infelizmente não é o que temos visto em Mossoró, onde o prefeito esconde do povo quem ajuda e contribui com o desenvolvimento da cidade. Não podemos permitir que a megalomania de uns prejudique toda a população. Estamos trabalhando por Mossoró e o nosso mandato sempre vai trabalhar pelo povo desta terra. Queira o prefeito ou não. A mídia pública não pode esconder a verdade, por isso, estamos fazendo questão de informar à população quem proporciona o avanço que se vê nas ruas. Destinamos cerca de R$ 40 milhões para a pavimentação de 114 ruas em todas as regiões da cidade", publicou o deputado em suas redes socais. 

E o Blog reforça: o mais importante não é dar a paternidade das pavimentações a Beto ou ao prefeito. Clamamos pela transparência, pela execução das obras com celeridade, para ontem, pois na lama não podemos viver por causa dos interesses de poder do prefeito. 

Compartilhar

0 comentários em ""Excesso de mídia não pode esconder a verdade", diz Beto Rosado sobre pavimentação em Mossoró"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
WILL VICENTE RECOMENDA