Uern volta às aulas de forma gradual à partir de 2 de fevereiro; retorno totalmente presencial está marcado para 14 de março

Compartilhar

 


Em reunião extraordinária nesta quarta-feira (26), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) decidiu pelo retorno gradual das aulas presenciais, alterando parcialmente a Resolução nº 050/2021 – CONSEPE, que aprovava o calendário acadêmico do semestre letivo 2021.2.

Com isso, deliberou-se pela volta em dois períodos: primeiro, entre os dias 2 de fevereiro e 13 de março, as aulas teóricas permanecem no modelo remoto, enquanto as práticas e as teórico-práticas poderão ocorrer de forma presencial.

Além disso, o Consepe autorizou os departamentos acadêmicos a flexibilizarem o horário das aulas da modalidade presencial (ou seja, prática e teórico-práticas) a depender da conjuntura específica do curso.

Em seguida, a partir de 14 de março, quando se espera que se observe maior segurança sanitária frente ao quadro pandêmico, haverá o retorno totalmente presencial do semestre letivo.

Na reunião, os conselheiros convergiram para o fato de que, embora o ensino remoto não seja a escolha ideal do ponto de vista puramente pedagógico, não se pode ignorar os riscos de morte trazidos com o espantoso aumento de casos de Covid-19, especialmente da variante Ômicron.

“Todos os cursos da Uern têm componentes teórico-práticos. Nós temos 240 componentes, que somam mais de 400 turmas envolvendo componentes práticos e teórico-práticos”, explicou a professor Mayra Rodrigues, titular da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg).

A professora respondia a solicitação de alunos de cursos que demandam com mais frequência atividades práticas, como aqueles da área da Saúde, e do Diretório Central dos e das Estudantes (DCE) quanto ao retorno de pelo menos 25% das atividades presenciais em fevereiro.

Para a pró-reitora, “isso nos dá segurança para uma volta gradativa, para que a gente possa monitorar melhor” o aumento de casos, na medida em que, ao mesmo tempo, contempla-se a volta presencial num percentual equivalente ao requerido.

Cabe salientar que tanto representantes do segmento docente quanto do estudantil clamaram por maior respeito no diálogo que trata da necessidade de mudanças no calendário acadêmico.

Nos últimos dias, alguns membros do Conselho, em especial professores, receberam nas redes sociais mensagens de cunho altamente ofensivo, inadequado à postura ética e democrática que deve reger as relações da comunidade acadêmica.

Reitora da Uern, a professora Cicília Maia agradeceu a todos pelo momento de diálogo e construção, destacando que, desde o início da pandemia, a Universidade apresentou uma postura séria, prudente e cuidadosa com a saúde de sua comunidade e com toda a sociedade.

“A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte continuará realizando, diuturnamente, todas as medidas necessárias para nossa retomada gradual e segura. Vamos juntas e juntos na certeza de que nossa missão é grandiosa, inclusive de orientar nossa comunidade e sociedade. Continuaremos agindo sob a orientação da Ciência. Não abriremos mão disso”, frisou.

Cicília concluiu: “Nosso muito obrigada. Com o coração cheio de esperança para os próximos dias”.

Na sexta-feira (28), a Reitoria promove uma reunião com as unidades acadêmicas para alicerçar o plano de retorno presencial com segurança.

Fonte: Agecom

Compartilhar

0 comentários em "Uern volta às aulas de forma gradual à partir de 2 de fevereiro; retorno totalmente presencial está marcado para 14 de março"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
WILL VICENTE RECOMENDA