.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

ACJUS encerra ano acadêmico com anúncio de inauguração de sede própria

       

    Foto: Célio Duarte     

A Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró (ACJUS) encerrou o ano acadêmico com a realização da 9ª Sessão Magna, na última sexta-feira, 25, no auditório da OAB. Na ocasião, o presidente Wellington Barreto anunciou que a academia “deve inaugurar a sede própria em abril de 2017. As obras já estão em andamento”.
         
A Sessão de sexta-feira finalizou o mês de atividades alusivas aos dois anos de criação da ACJUS. A programação começou no dia 4 com o lançamento do livro “ Teses Acatadas no Tribunal do Júri”, de Wellington Barreto, no Oba Restaurante; seguida do dia 17 com homenagem aos juízes Breno Valério Fausto de Medeiros, Cláudio Mendes Júnior e aos promotores Ítalo Moreira Martins e Daniel Robson Linhares de Lima; dia 19 com visita às instalações da futura sede da ACJUS, no Abolição II; dia 24 com Missa de Ação de Graças pelo aniversário da academia; dia 25 com Sessão Solene da Câmara Municipal, quando mais de 40 autoridades e personalidades foram condecoradas com títulos e  medalhas sob indicação da academia; além da própria sessão de encerramento da qual falamos no texto que rendeu as seguintes homenagens:

Título de Honra ao Mérito da ACJUS:
João Sabino de Moura
José de Anchieta Fernandes
Revista Acontece (Neide Carlos e Marcelo Bento)
José Maria do Vale Fernandes
Vereadores Jório Nogueira, Tomaz Neto e Genivan Vale

Título de Sócio Honorário da ACJUS:
Albetiza Leite de Souza Melo
Desembargadores Vivaldo Otávio Pinheiro, Expedito Ferreira de Souza, João Batista Rebouças
Juiz Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho
Reitores Pedro Fernandes Ribeiro Neto e José de Arimatea Matos

Medalha Ruy Barbosa
Acadêmicos Padre Sátiro Cavalcanti Dantas e Elder Heronildes da Silva

A ACJUS, que já tem reconhecimento de utilidade pública por lei tanto estadual quanto municipal, foi fundada em 5 de novembro de 2014. Tem como patrono o jurista, político, diplomata, escritor, filósofo, tradutor e orador Ruy Barbosa de Oliveira. É uma associação civil, cultural e social sem fins lucrativos que atua como instituição científica honorífica, congregando brasileiros aqui radicados de notável saber e ilibada idoneidade, comprometidos com o estudo de temas de Direito que acompanhem a atividade judicial e difusão de conhecimentos de primeira importância para a Sociedade.

A fundação surgiu do compromisso de um seleto grupo de profissionais, pesquisadores das mais variadas formações. Nasceu nas dependências da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) – Subseccional de Mossoró-RN, em reuniões formais de 18 pessoas de vários segmentos produtivos locais. Logo na fundação recebeu a adesão de mais 22 atores envolvidos com a ciência, totalizando atualmente 40 Membros Efetivos. No próximo ano mais 10 devem ser empossados, finalizando as ocupações das cadeiras.
       
O Première da TCM (TV Cabo Mossoró), programa apresentado pelo editor deste Blog, mostrará neste sábado, dia 03, a Sessão Magna de encerramento, às 19h.